sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

CACATA ASSUMIR CARGO DE CONSELHEIRO TUTELAR IRREGULAR.

Negrito PIO XII - MA - O Suplente de Conselheiro Tutelar, Ivan Paiva do Vale (cacata), ocupa de forma irregular o cargo de Conselheiro Tutelar de acordo com o artigo 36, inciso III da lei nº006/2005 que dá nova redação a lei municipal nº 023/98, que dispõe sobre Política Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do Municipio de Pio XII. Cacata assumiu a vaga de Conselheiro no lugar de João Matos, no último dia 23, onde o mesmo foi afastado pelo CMDCA. Mais de acordo com o artigo o suplente deveria ser chamado para ocupar o cargo se a suspensão excedece 20 dias, mais só que a suspensão de João Matos só foi de apenas 15 dias, ficando assim sua ocupação de forma contraditoria á lei municipal.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

CACATA ASSUME VAGA DE JOÃO MATOS NO CONSELHO TUTELAR.

Pio XII - MA - Assumiu hoje a vaga de Conselheiro Tutelar, Ivan Paiva (Cacata)(foto), 48, como é conhecido popularmente no municipio. Cacata é o 1º suplente e fica no lugar de João Matos, que foi afastado do cargo no último sabado depois de uma reunião do CMDCA, onde o mesmo foi afastado do cargo por irresponsabilidade, segundo as acusações feitas por Nilton Carlos, que é presidente do CMDCA. Cacata deverá fica no cargo até o dia 08 de março, já que o afastamento de João pelo Conselho de Direito é somente de 15 dias. Cacata já teria assumido o cargo no final do ano passado no lugar de Francineide dos Santos que teve lincença médica devido o período de sua gestação.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

CONSELHEIRO É AFASTADO DO CARGO PELO CMDCA POR 15 DIAS.


Pio XII - MA - O conselheiro Tutelar de Pio XII - MA, João Matos Viana(foto), 23, foi afastado por 15 dias do cargo de Conselheiro Tutelar no sabado dia 20/02, depois de uma reunião do Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescente - CMDCA. João Matos foi afastado pelo motivo de irresponsabilidade, segundo Nilton Carlos, Presidente do Conselho de Direito e o responsavél pelas acusações contra João matos, que por sua vez ainda permanece no cargo, pois o mesmo ainda não foi notificado sobre a reunião que aconteceu no último sábado. Quem deverá assumir o cargo no lugar de João é Ivan Paiva do Vale que é 1º suplente de Conselheiro, que antes assumiu o lugar de Francineide dos Santos que estava de lincença de saúde. Hoje pela manhã estavam presentes na sede do Conselho Tutelar, todos os conselheiros tutelares, membros do Conselho de Direito e o Promotor de Justiça da cormaca de Pio XII, em reunião para alguns esclarecimentos.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

CONSELHEIRO TUTELAR DE PIO XII, PODERÁ PEDER SEU MANDADO HOJE PELO CMDCA


Pio XII (MA) - O Conselho de Direito da Criança e do Adolescente - CMDCA de Pio XII, estiveram reunidos ontem, 19/02, para cassar o mandato de João Matos Viana (foto esquerda), eleito com 613 votos, ficando com a segunda colocação. O motivo é que o Presidente do CMDCA, Nilton Carlos (foto direita), segundo João Matos, tem vem lhe perseguindo antes mesmo do registro de sua candidatura. Segundas informações na reunião dos 12 conselheiros compareceram apenas sete, onde Nilton Carlos levando as acusações contra João Matos à plenária da reunião e a todo o momento pedindo a perda de seu mandato. Os Conselheiros acharam melhor adiar para hoje 20/02, e convocar João Matos para ouvir sua defesa já que a lei nº 065/05 que cria o CMDCA, onde o mesmo cria normas para o funcionamento do Conselho Tutelar e que a mesma lei garante defesa do acusado e segundo Assis Filho, que é um dos Conselheiros do CMDCA as acusações de Nilton Carlos, não são de caráter de expulsão do quadro de Conselheiro Tutelar. Veja algumas acusações que Nilton Carlos fez contra João Matos.

1 - A falta do seu trabalho no período carnavalesco.


2- O deboche de João Matos com seus colegas de trabalho.

3 - E a compra de um celular acima do preço de R$ 100.

DILMA JÁ SUPERA SERRA NO NORTE E NORDESTE

Um dado da pesquisa Ibope/Jornal do Commercio sobre a pesquisa presidencial, divulgada no início da semana, foi escondido tanto pelo jornal que a cotnratou quanto pela grande mídia: a ministra Dilma Rousseff (PT) já supera o governador de São Paulo, José Serra (PSDB) tanto no Norte quanto no Nordeste do país (veja infográfico ao lado)

Os relatórios da pesquisa, registrado sob o número 3196/2010, estão disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores entre os dias 6 e 9 de fevereiro em 144 municípios brasileiros. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Na pesquisa anterior do próprio Ibope, divulgada no final do ano, Dilma perdia para Serra por 16 pontos no Nordeste e 11 pontos no Norte e Centro-Oeste.

Agora, a petista virou o jogo e vence por cinco pontos e dois pontos, respectivamente.

Apenas no Sul do país Dilma apresentou queda – de um ponto – em relação à pesquisa Ibope anterior, enquanto Serra subiu dois pontos, ambos dentro da margem de erro.

No Sudeste, a vantagem do tucano caiu seis pontos percentuais, embora se mantenha alta, como 22 pontos de diferença.

As mudanças regionais entre os candidatos influenciaram o resultado nacional, que apontou José Serra á frente de Duilma Rousseff, mas agora com apenas 11 pontos percentuais de diferença (36% a 25%).

Fonte: Blog de décio Sá.

LULA: "DENÚNCIAS CONTRA SARNEY NÃO SE SUSTENTAM"

“O Sarney foi um homem de uma postura muito digna em todo esse episódio. Das acusações que vocês (o jornal) fizeram contra o Sarney, nenhuma se sustenta juridicamente e o tempo vai provar.” É o que afirma o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com o presidente a imprensa mais prejulgou que noticiou em relação às notícias sobre a crise do Senado ano passado. “Minha crítica é esta: uma coisa é publicar a informação, outra coisa é prejulgar. Muitas vezes as pessoas são prejulgadas. Todos os casos que eu vi do Sarney, de emprego para a neta, daquela coisa, eu ficava lendo e a gente percebia que eram coisas muito frágeis. Você vai tirar um presidente do Senado porque a neta dele ligou para ele pedindo um emprego?

Lula defendeu ainda o ex-ministro Silas Rondeau (Minas e Energia) e o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTB-AL). Leia aqui a entrevista completa com áudio. Abaixo, os trechos onde ele se refere a Sarney, Collor e Silas Rondeu.

Há quem tenha ficado assustado com a foto do sr. abraçando o Collor, depois de tudo o que passou na campanha de 1989.
O exercício da democracia exige que você faça política em função da realidade que vive. O Collor foi eleito senador pelo voto livre e direto do povo de Alagoas, tanto quanto foi eleito qualquer outro parlamentar. Ele está exercendo uma função institucional e merece da minha parte o mesmo respeito que eu dou ao Pedro Simon, que de vez em quando faz oposição, ao Jarbas Vasconcelos, que faz oposição. Se o Lula for convidado para determinadas coisas, não irá. Mas o presidente tem função institucional. Portanto, cumpre essa função para o bem do País e, até agora, tem dado certo. Fui em uma reunião com a bancada do PT em que eles queriam cassar o Sarney. Eu disse: muito bem, vocês cassam o Sarney e quem vem para o lugar?

O sr. acha que o eleitor entende?
O eleitor entende, pode entender mais. Agora, quem governa é que sabe o tamanho do calo que está no seu pé quando quer aprovar uma coisa no Senado.

O governo depende do Sarney no Senado? O único punido até agora foi o Estado, que está sob censura.
O Sarney foi um homem de uma postura muito digna em todo esse episódio. Das acusações que vocês (o jornal) fizeram contra o Sarney, nenhuma se sustenta juridicamente e o tempo vai provar. O exercício da democracia não permite que a verdade seja absoluta para um lado e toda negativa para o outro lado. Perguntam: você é contra a censura? Eu nasci na política brigando contra a censura. Exerço um governo em que eu duvido que alguém tenha algum resquício de censura. Mas eu não posso censurar que os Poderes exerçam suas funções. Eu não posso censurar a imprensa por exercer a sua função de publicar as coisas, nem posso censurar um tribunal ou uma Justiça por dar uma decisão contrária. Deve ter instância superior, deve ter um órgão para recorrer.

O sr. e o PT lideraram o processo de impeachment de Collor e nada, então, se sustentou juridicamente porque o STF absolveu o ex-presidente. O sr. está dizendo que o jornal não deveria publicar as notícias porque não se sustentariam juridicamente? Os jornais publicam fatos…
Não quero que vocês deixem de publicar nada. Minha crítica é esta: uma coisa é publicar a informação, outra coisa é prejulgar. Muitas vezes as pessoas são prejulgadas. Todos os casos que eu vi do Sarney, de emprego para a neta, daquela coisa, eu ficava lendo e a gente percebia que eram coisas muito frágeis. Você vai tirar um presidente do Senado porque a neta dele ligou para ele pedindo um emprego?

O caso da neta é o corporativismo, o fisiologismo, os atos secretos…
O que eu acho é o seguinte: o DEM governou aquela Casa durante 14 anos e a maioria dos atos secretos era deles. E eles esconderam isso para pedir investigação do outro lado. É uma coisa inusitada na política.

O sr. acha que os fatos do “mensalão do DEM”, no Distrito Federal, são fatos inverídicos também?
No DEM tem um agravante: tem gravação, chegaram a gravar gente cheirando dinheiro.

No mensalão do PT tinha uma lista na porta do banco com o registro dos políticos indo pegar a mesada…
Vamos pegar aquela denúncia contra o companheiro Silas Rondeau, que foi ministro das Minas e Energia. De onde se sustenta aquela reportagem dizendo que tinha dinheiro dentro daquele envelope? Como se pode condenar um cara por uma coisa que não era possível provar?

ACUMULADA, MEGA SENA PODE PAGAR R$ 52 MILHÕES NESTE SABADO.

Com o valor, seria possível comprar cerca de 2.100 carros populares ou 10,4 mil motos 125cc.

SÃO PAULO - O concurso 1.155 da Mega-Sena, que será sorteado neste sábado (20), pode pagar até R$ 52 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas sorteadas, segundo estimativas da Caixa Econômica Federal.

Na quarta-feira (17), nenhum bilhete acertou os números do concurso 1.154, e o prêmio acumulou em R$ 46.695.017,02. Os números sorteados na ocasião foram: 04 - 12 - 14 - 21 - 26 - 28.

As apostas para concorrer ao próximo sorteio devem ser feitas até as 18h (horário local) em qualquer lotérica. A aposta mínima, seis números, custa R$ 2.

Informações : O Estado do Maranhão.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Cheques sacados por prefeito e seu filho comprovam roubalheira na Prefeitura de Lago Verde

Um total de 29 cópias de cheques assinados pelo prefeito afastado de Lago Verde, Raimundo Almeida (PP/ foto), e pelo secretário municipal de Finanças, Alex Cruz Almeida, filho do gestor, são provas concretas do raspa que o administrador fez nos cofres da Prefeitura, dias antes de deixar o cargo por decisão da Justiça.

Só no dia 9 de fevereiro deste ano, o prefeito afastado conseguiu sacar 22 cheques assinados em nome da Prefeitura de Lago Verde, via agência Banco do Brasil da cidade de Bacabal. Os valores variam de R$ 500,00 a R$ 90 mil, sacados com a anuência da direção do banco.

As cópias dos cheques, com os devidos valores milionários estão sendo encaminhadas ao Ministério Público, Polícia Federal e Polícia Civil para tentar reavaer o montante de cerca de R$ 1 milhão que teria sido desviado da Prefeitura de Lago Verde pelo prefeito afastado Raimundo Almeida.

Para o atual prefeito Olivar Lopes (PSL), essa é uma situação bastante constrangedora para o município de Lago Verde, por ser uma cidade pobre e que cada tostão desviado faz falta. “Deixamos de pagar o salário dos funcionários da Prefeitura, pois não temos como pagar. Esperamos nesse momento contar com a compreensão de todos e estamos lutando para quitar o débito com os servidores, por conta do descaso do prefeito afastado”, disse.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Lago Verde, Marlon Costa (PSB), a situação é crítica na cidade, mas o Legislativo fez a sua parte ao afastar o prefeito Raimundo Almeida. “Esperamos agora reaver o dinheiro que foi desviado e para isso, acreditamos no trabalho do Ministério Público, da Polícia e da Justiça”, ressaltou.

No dia 4 deste mês, a Câmara Municipal de Lago Verde, em sessão extraordinária, cassou o mandato do prefeito Raimundo Almeida. No dia 9, por decisão do juiz Osmar Gomes dos Santos, Raimundo Almeida voltou ao poder, após ser recebido na cidade de Lago Verde com uma grande manifestação popular. Com a decisão da desembargadora Nelma Sarney, reintegrando ao cargo o vice-prefeito Olivar Lopes, fica valendo a decisão da Câmara até a decisão do mérito pelo Tribunal de Justiça do Maranhão.

MARANHÃO PODE PERDER VAGA NA CÂMARA E NA ASSEMBLÉIA

Definição dos quantitativos será discutida em audiência pública no dia 24 de fevereiro.

BRASÍLIA - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou, nesta quarta-feira (17), em seu site, a minuta de resolução que define o número de vagas de deputados federais na Câmara dos Deputados e de integrantes das assembleias legislativas nas Eleições 2010. O texto da minuta e um pedido da Assembleia Legislativa do Amazonas, para que justamente fosse feita a redefinição dos quantitativos de deputados federais, serão discutidos em audiência pública marcada para o dia 24 de fevereiro, a partir das 15h, no auditório do TSE. Nesta audiência, também será discutida a minuta do voto em trânsito para presidente da República nas eleições de outubro.

Os estados do Rio de Janeiro e da Paraíba perdem duas vagas de deputados federais cada um na próxima legislatura, pelo texto da minuta. Rio Grande do Sul, Paraná, Maranhão, Goiás, Pernambuco e Piauí perdem, por sua vez, uma cadeira na Câmara cada um.

O Pará é o estado que mais ganha em vagas, sobe de 17 para 20 deputados federais a partir de 2011. Minas Gerais vem em seguida, com aumento de duas cadeiras em sua bancada. Já Amazonas, Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia e Santa Catarina ganham um deputado cada um.

Permanecem inalteradas as representações de São Paulo, Espírito Santo, Alagoas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Sergipe, Rondônia, Tocantins, Acre, Amapá e Roraima.

São Paulo continua a ser o estado com o maior número de deputados federais (70), permanecendo em oito o número de deputados nos estados com menor população.

Pela minuta, o número de representantes dos estados e do Distrito Federal na Câmara dos Deputados se mantém em 513, assim distribuídos: São Paulo (70), Minas Gerais (55), Rio de Janeiro (44), Bahia (40), Rio Grande do Sul (30), Paraná (29), Pernambuco (24), Ceará (23), Pará (20), Maranhão (17), Santa Catarina (17), Goiás (16), Paraíba (10), Espírito Santo (10), Piauí (9), Alagoas (9), Rio Grande do Norte (9), Amazonas (9), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Sergipe, Rondônia, Tocantins, Acre, Amapá e Roraima, todos esses com oito deputados cada um.

As assembléias legislativas e a Câmara Legislativa do Distrito Federal terão um total de 1.057 parlamentares, assim distribuídos: São Paulo (94), Minas Gerais (79), Rio de Janeiro (68), Bahia (64), Rio Grande do Sul (54), Paraná (53), Pernambuco (48), Ceará (47), Pará (44), Maranhão (41), Santa Catarina (41), Goiás (40), Paraíba (30), Espírito Santo (30), Piauí (27), Alagoas (27), Rio Grande do Norte (27), Amazonas (27), Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Sergipe, Rondônia, Tocantins, Acre, Amapá e Roraima, todos esses com 24 deputados estaduais ou distritais cada um.

Audiência

Relator das instruções das Eleições 2010, o ministro Arnaldo Versiani (foto) quer, antes de apresentar as minutas de resolução ao plenário do TSE, debater os textos e o pedido da Assembleia Legislativa do Amazonas com representantes dos partidos políticos, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e demais interessados no assunto. A audiência foi autorizada no dia 11 pelo plenário do TSE.

Após ouvir as sugestões, caso Versiani não altere a minuta e o texto seja aprovado pelo plenário do Tribunal, a resolução que modifica o número de deputados federais de alguns estados provocará também alterações no quantitativo de integrantes nas assembleias legislativas destes estados.

A quantidade de cadeiras nas assembleias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal é definida a partir do número de deputados federais. Estados com até 12 parlamentares federais podem ter o triplo de deputados estaduais. Depois disso, cada deputado federal equivale a um estadual.

Constituição e Lei Complementar

As alterações no número de deputados federais por estado buscam cumprir a Constituição Federal (artigo 45, parágrafo 1º) e a Lei Complementar 78/93, que disciplinam que a quantidade de deputados federais deve ser proporcional à população dos estados e do Distrito Federal.

A Constituição determina ainda que se façam os ajustes necessários, no ano anterior às eleições, para que nenhum estado tenha menos de oito ou mais de setenta deputados federais.

Para se adequar a essas exigências constitucionais e atualizar os quantitativos de deputados federais para a próxima legislatura, o TSE tomou como base a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualizada em 1º de julho de 2009. A última mudança na representação de um estado na Câmara dos Deputados ocorreu em 1994, com o aumento da bancada de São Paulo para 70 parlamentares.

A Assembleia Legislativa do Amazonas se baseou justamente no dispositivo constitucional e na lei complementar para solicitar ao Tribunal a redefinição do número de deputados federais nas eleições deste ano.

Em ano de eleições gerais, o TSE edita resolução sobre a composição da Câmara dos Deputados para a futura legislatura. Pelo calendário eleitoral, todas as resoluções das Eleições 2010 devem estar aprovadas pelo plenário do Tribunal até 5 de março.

As informações são do TSE

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Eleitor poderá votar, mesmo estando fora do seu domicílio eleitoral nas eleições de outubro


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quarta-feira (17) a minuta da resolução que vai tratar do voto em trânsito na eleição presidencial de 2010. O conteúdo será discutido em uma audiência pública que será realizada no dia 24 de fevereiro, às 15h, no auditório do edifício-sede do TSE, em Brasília.

O texto da resolução prevê que o eleitor que estiver ausente do seu domicílio eleitoral e presente em uma das capitais de um dos estados brasileiros, na data do primeiro e/ou do segundo turno das eleições 2010, poderá votar para presidente e vice-presidente da República.

Entretanto, para assegurar este direito, o eleitor terá que se habilitar em qualquer cartório eleitoral do país, de 15 de julho a 15 de agosto de 2010, registrando a sua ausência do domicílio eleitoral e indicando a capital da Unidade da Federação em que estará presente, de passagem ou em deslocamento.

Dentro desse período, conforme o texto da minuta, o eleitor que tiver se habilitado para o voto em trânsito poderá alterar a capital de destino tanto no primeiro quanto no segundo turno da eleição ou mesmo desistir do voto em trânsito e exercer o seu direito de voto na sua seção de origem. Porém, transcorrido o prazo limite de 15 de agosto, o cadastro de eleitores em trânsito será encerrado e, uma vez habilitado nesta categoria, o eleitor estará impossibilitado de votar na sua seção de origem. Caso não esteja presente na capital para a qual foi provisoriamente transferido, o eleitor deverá justificar a ausência em qualquer mesa receptora de justificativa, inclusive no seu próprio domicílio eleitoral de origem.

As mesas receptoras de voto em trânsito funcionarão nos lugares designados pelos Tribunais Regionais Eleitorais. Os locais deverão ser publicados até 5 de setembro de 2010, no Diário de Justiça Eletrônico. A partir desta data, os eleitores em trânsito também poderão consultar o seu local de votação nos sítios dos Tribunais Regionais Eleitorais do seu domicílio de origem ou da respectiva capital por eles cadastrada.

Agenda de audiências- Na mesma audiência pública será discutida ,também, a minuta de instrução que dispõe sobre o número de deputados federais de cada estado. O TSE edita a cada eleição geral uma resolução relativa à composição da Câmara dos Deputados.

Na próxima segunda-feira, dia 22 de fevereiro, às 15h, será discutida, em audiência pública no TSE, a minuta sobre a regulamentação do voto dos presos provisórios. Pelo calendário eleitoral, todas as resoluções das Eleições 2010 devem estar aprovadas pelo plenário do TSE até 5 de março.

Com informações do TSE

Dino aguarda cassação de Castelo para próxima semana, apesar de parecer contrário do MPE


O deputado federal Flávio Dino (PCdoB) aguarda com bastante expectativa o julgamento, marcado para a próxima semana, do processo em que acusa o prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB) de ter cometido irregularidades na campanha eleitoral de 2008, como abuso de poder econômico e captação ilícita de votos.

Apesar disso, o Ministério Público Eleitoral já deu parecer contrário à cassação do mandato do prefeito Castelo, o que teria frustrado inicialmente os planos do deputado comunista. A promotora Maria de Fátima de Santana Borges alegou em seu parecer que não vê fatos concretos nas acusações do deputado Flávio Dino.

No entanto, o juiz Eulálio Figueiredo (da 1ª Zona Eleitoral) deverá julgar, na próxima semana, o primeiro dos dois processos contra o prefeito de São Luís. Nesse caso, a coligação “Unidade Popular” (PCdoB/PT) alega que Castelo teria recebido doação de R$ 20 mil da empresa Internacional Marítima, que presta serviços à Emap (Empresa Maranhense de Administração Portuária), uma empresa pública.

Além disso, há acusações de que durante a campanha Castelo teria usado um imóvel, no bairro da Alemanha, alugado pelo governador cassado Jackson Lago (PDT) e que houve omissões nas declarações de gastos de campanha.

Outra ação movida pelo deputado Flávio Dino é que o suplente de vereador Antônio Garcez, que foi preso pela Polícia Federal, com R$ 5 mil, distribuídos em notas de R$20,00, teria se utilizado do dinheiro para comprar votos em favor do então candidato Castelo.

Até agora, nenhuma dessas provas teria sido levada em conta pelo Ministério Público Eleitoral, que sustenta a tese da falta de indícios concretos para cassar o mandato do prefeito de São Luís.

Com informações do jornal O Estado do Maranhão

SERÁ QUE ELE VAI?


Jackson Lago e o Senado…

Pode até ser improvável, mas não é inviável a candidatura do ex-governador Jackson Lago (PDT) ao Senado federal, como fora especulado durante o carnaval.

Apesar do fracasso do seu governo, o pedetista ainda tem cacife eleitoral alto, que lhe dá um mínimo de 20% de votos, mesmo nas atuais circunstâncias políticas.

Tem mais recall, por exemplo, que Flávio Dino (PCdoB), José Reinaldo Tavares (PSB) e Edison Vidigal (PSDB), outros candidatos da oposição.

Jackson está na segunda posição na disputa pelo Governo do Estado, qualquer que seja a pesquisa, perdendo apenas para Roseana Sarney (PMDB). Também mantém a mesma posição se a disputa for pelo Senado, perdendo apenas para o ministro Edison Lobão (PMDB).

Portanto, apesar de improvável, a candidatura senatorial de Jackson Lago seria um fato a mudar os rumos da sucessão estadual…

Pesquisa indica disputa acirrada entre Serra e Dilma


Em 3º lugar está Ciro Gomes com 11%, seguido de Marina Silva com 8%. Pesquisa foi encomendada pela Associação Comercial de São Paulo.

SÃO PAULO - Uma pesquisa Ibope/Diário do Comércio, encomendada pela Associação Comercial de São Paulo e realizada entre os dias 6 a 9 deste mês, indica que a corrida à sucessão presidencial de outubro continua polarizada pelos pré-candidatos do PSDB e do PT, respectivamente o governador de São Paulo, José Serra, e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Nessa mostra, Serra tem 36% das intenções de voto e Dilma 25%. Em terceiro lugar está o deputado federal Ciro Gomes (PSB) com 11%, seguido da senadora Marina Silva (PV) com 8%. O porcentual de votos brancos e nulos somou 11% e dos que disseram não saber em quem vota atingiu 9%.

A última pesquisa divulgada pelo Ibope foi no dia 7 de dezembro do ano passado. Na mostra, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), José Serra registrava 38% das intenções de voto, seguido de Dilma Rousseff com 17%, Ciro Gomes com 13% e Marina Silva com 6%. Naquela pesquisa, o porcentual de votos brancos e nulos atingiu 13% e dos que disseram não saber em quem votar ou não quiseram responder somou 12%.

No cenário sem Ciro Gomes, a pesquisa Ibope/Diário do Comércio aponta José Serra com 41%, Dilma Rousseff com 28%, Marina Silva com 10%, brancos e nulos 12% e não sabem ou não opinaram 9%.

Na simulação de um eventual segundo turno entre José Serra e Dilma Rousseff, o tucano lidera com 47% e Dilma registra 33%.

A maior rejeição apontada pela pesquisa é de Ciro Gomes, com 41%, seguido de Marina Silva com 39%, Dilma Rousseff com 35% e José Serra com 29%.

Continuidade

A pesquisa Ibope/Diário do Comércio avaliou também o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para 47% dos entrevistados, a administração de Lula é boa, para 29% é ótima, para 19% é regular, para 3% é péssima e para 2% é ruim.

A mostra indagou ainda o que os eleitores gostariam que o próximo presidente fizesse. Do total de entrevistados, 34% querem a total continuidade do atual governo, 29% querem pequenas mudanças com continuidade, 25% querem a manutenção de apenas alguns programas com muitas mudanças e 10% querem a mudança total do governo do País. Para 78% dos entrevistados, o presidente Lula é confiável, enquanto 18% disseram não confiar no presidente.

A pesquisa, que será divulgada amanhã pelo Diário do Comércio, foi realizada com 2.002 eleitores em 144 municípios de todo o Brasil. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Esta pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o protocolo nº 3196/2010.

PT lançará candidatura de Dilma Roussef à presidência no sábado

Filiada ao PT desde março de 2001, ela foi ministra das Minas e Energia antes de assumir a Casa Civil.

BRASÍLIA - O PT abre hoje em Brasília o congresso nacional que vai aclamar no sábado a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), 62, como a pré-candidata da legenda à sucessão de Luiz Inácio Lula da Silva. Os dirigentes petistas pretendem restringir ao máximo a possibilidade de questionamentos internos durante o evento, que deve aprovar diretriz de campanha submetendo todos os arranjos regionais do partido à estratégia nacional em prol da ministra.

Ex-pedetista, filiada ao PT desde março de 2001, Dilma teve sua candidatura bancada diretamente pelo presidente Lula, de quem também foi ministra de Minas e Energia antes de assumir a Casa Civil, em 2005.

Ela fará no sábado, após a fala de Lula "a apresentando" como a candidata, o discurso final do congresso, que será encerrado com um show de Jorge Ben Jor. O PT estima gastar R$ 6,5 milhões, o que inclui transporte e hospedagem de cerca de 1.350 delegados, mais convidados.

No discurso, a ministra deve, de acordo com petistas, falar da necessidade de avanços como a qualificação do funcionalismo responsável pela execução das obras e dos programas federais.

Amanhã o partido deve aprovar as diretrizes preliminares para o programa de governo de Dilma e para a política de alianças. Nos documentos, o PT prega um fortalecimento do papel do Estado, o aprimoramento dos programas sociais e a manutenção das políticas de ajuste fiscal, entre outros pontos.

O PT deixa claro nos documentos que o objetivo de eleger Dilma "deve orientar todos os movimentos políticos", ou seja, candidaturas regionais da legenda podem ser sacrificadas.

"Quem vai conduzir o processo da candidatura e das alianças é a Dilma. O próprio Lula diz isso", diz o deputado Candido Vaccarezza (PT-SP), líder do governo na Câmara.

Nos textos, o PT critica indiretamente a atual base de Lula no Congresso, dizendo que o eventual governo Dilma precisará "de apoio parlamentar afinado com seus objetivos".

Segundo dirigentes do partido, haverá a tentativa de restringir a um limite "tolerável" os debates em torno das emendas das alas mais à esquerda. "Será o congresso da unidade. Não teremos uma agenda negativa", disse o deputado José Genoino (SP), integrante do Diretório Nacional que toma posse.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Dino entrega o jogo: só é candidato com apoio do PT

Dino (de preto) observa discurso de quebradeira de coco

O deputado Flávio Dino (PCdoB) fez praticamente ontem um recuo, durante a comemoração dos 30 anos do PT, em sua pretensa candidatura ao Palácio dos Leões. Diante cerca de 200 militantes petistas que compareceram ao hotel Gran São Luís (ex-Vila Rica), um dos mais luxuosos da cidade, afirmou que só será candidato pra valer se tiver o apoio da legenda.

“Estou aqui como pré-candidato ao governo. Poderia dizer candidato, mas existem as questões legais – a convenção é depois. Não só as questões legais. Temos a convicção de que no nosso partido (PCdoB) devemos ser candidato a governador. Outro dia um companheiro da imprensa perguntou: ‘Flávio, sua candidatura é irrevogável?’ Eu disse a vontade é irrevogável, mas a candidatura tem algumas condições a serem construídas. E uma pré-condição fundamental é o apoio do PT”, disse.

Na segunda-feira, a direção nacional do PCdoB emitiu resolução defendendo a candidatura do parlamentar sempre “considerando as circunstâncias eleitorais no âmbito nacional”, conforme destacado pela própria Folha de S. Paulo (veja aqui). Ou seja, pode até ser candidato desde que não atrapalhe o projeto nacional da legenda.

Durante seu discurso ontem o comunista disse ter certeza que terá o apoio dos petistas maranhenses. Pelo que se viu no evento não será bem assim. Várias correntes do partido não compareceram. O presidente eleito Raimundo Monteiro e o deputado federal Washington Oliveira não estavam lá – a posse de Monteiro na presidência do PT acontece amanhã.

Segundo colocado na disputa, o militante Augusto Lobato também não foi. Frasuila Lopes e Edmilson Carneiro, que disputaram a eleição, seguiram o exemplo dos colegas. O próprio fundador nacional do PT Manoel da Conceição foi outro a não dá as caras.

A ausência mais sentida, no entanto, foi de Rodrigo Comerciário, hoje a terceira força no partido. Para quem não lembra ele foi candidato a vice do então candidato a prefeito Flávio Dino. Talvez ainda esteja chateado com o fato de ter sido colocado para escanteio durante toda a campanha. Seria aquela história: quem te conhece não te compra. Além de destes foram notadas as ausências dos “balaios” Márcio Jardim e Eri Castro, ambos sem votos, mas que fazem muita zoada interna.

Dos que foram muita choradeira. O já quase ex-presidente Domingos Dutra, que falava cobras e lagartos de Flávio Dino até recentemente, e Bira do Pindaré, defenderam o fim das divergências. “Não podemos permitir que vaidades e dificuldades de compreensão atrapalhem nossa união”, discursou o vaidoso Bira.

O presidente da Assembleia, Marcelo Tavares, fez um discurso onde criticou indiretamente o tio José Reinaldo (ambos do PSB), também presente, e o cassado Jackson Lago (PDT). Os dois passaram quase dez anos à frente do estado. “Se o Brasil está no rumo certo o Maranhão não está. Se o Lula proporcionou o bem estar do povo isso ainda nçao aconteceu no estado”, assegurou ele.

JOAQUIM GARANTE CANDIDATURA E RECLAMA DE SECRETÁRIOS.


O deputado Joaquim Haickel (PMDB) esclareceu na sessão desta quarta-feira (10) que concorrerá à reeleição nas eleições de outubro deste ano. Ele declarou, da tribuna da Assembleia Legislativa, que só tem demonstrado insatisfação no que diz respeito à condução da política no grupo que integra devido à forma “pouco cortês” como têm se comportado alguns secretários estaduais.

“Não é essa a política que advogo, não é essa a política que busco exercer. Acredito que as idéias antagônicas devem ser postas à mesa e deixadas às claras, mas não admito que se use a força política de um cargo para tirar proveito eleitoral no sentido de seduzir eleitores como alguns têm feito”, enfatizou o parlamentar (ouça a íntegra do discurso aqui).

Joaquim Haickel disse que não está sendo levado em consideração o trabalho de anos e anos desenvolvido em parceria com pessoas do interior do estado. “De repente, verdadeiros messias aparecem nesses municípios asfaltando ruas, nomeando professores, colocando postos de segurança. Fico completamente estupefato pelo fato disso estar acontecendo e por eu reclamar do meu grupo todo mundo acha que não serei mais candidato”, explicou.

Mesmo reafirmando a sua reclamação, Joaquim Haickel ratificou sua candidatura á reeleição, informando que estão tentando convencer seus correligionários do contrário. “Isso é um absurdo, é a desconstrução de um grupo político, onde alguém que tem mais poder começa a colocar em banho-maria, em fragmentação, o reduto eleitoral de outro, que é seu correligionário e faz parte do mesmo grupo”, reclamou.

Dizendo entender que em política há “uma fila” a ser respeitada e que antigamente em seu grupo político não se permitia que um tomasse o reduto eleitoral do outro, Joaquim Haickel defendeu que os políticos devem se comportar com ética e negou que esteja contra o grupo do qual faz parte. “Advogo a reeleição de Roseana Sarney e não vou deixar meu grupo. Os que não respeitam os redutos dos outros terão que me engolir”, finalizou.

(Agência Assembleia).

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Prefeito reassume mandato e constata rombo nas contas da Prefeitura de Lago Verde

Depois de quase uma semana afastado do cargo, o prefeito de Lago Verde, Raimundo Almeida (PP/foto), foi reconduzido à função. A decisão foi tomada pelo juiz Osmar Gomes dos Santos, que sentenciou, em caráter liminar (provisório), pela anulação do ato da Câmara Municipal, que afastou o prefeito.

O afastamento foi deliberado em sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Lago Verde, ocrrido na última quinta-feira. Dos nove vereadores, 6 votaram pelo afastamento do prefeito Raimundo Almeida. Na mesma sessão, foi empossado o vice-prefeito Olivar Lopes (PSL).

Com a decisão, o prefeito já assumiu suas funções como administrador do município. Em entrevista ao programa Rádio Patrulha, da Rádio Mirante AM, retransmitido pela Rádio Mirante FM de Bacabal, o prefeito Raimundo Almeida afirmou que na segunda-feira, o vice-prefeito Olivar Lopes chegou a transferir da conta da Prefeitura, no Banco do Brasil, cerda de R$ 450 mil.

Pelo levantamento preliminar feito pela Secretaria de Finanças do Município, foram detectadas duas das empresas beneficiadas pela transferência do vice Olivar Lopes: a Ponte Med Distribuidora de Medicamentos, no valor de R$ 50 mil e A. R. Locadora com R$ 80 mil. As duas transferências foram feitas para agências do Banco do Brasil de São Luís.

Almeida afirmou que as transferências inviabilizaram o pagamento dos funcionários da prefeitura do mês de janeiro, que estava previsto para esta quarta-feira. O prefeito acionou os advogados do município para tentar bloquear e reaver os valores sacados indevidamente.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

RUBENS JUNIOR, DEPUTADO SEM BRIGAS POLITICAS, TRABALHA COM SERIEDADE

O deputado Rubens Junior (PCdoB) protocolou hoje (segunda-feira,8) indicação na Mesa Diretora da Assembleia, pedindo que a bancada maranhense na Câmara Federal apresente um de projeto de lei, visando garantir a cota de 50% das vagas dos concursos públicos, para investimento em cargo ou emprego público municipal, aos moradores do respectivo município.

Para o deputado, sua indicação é importante porque nos concursos públicos realizados pelas prefeituras municipais, principalmente nas regiões metropolitanas, é muito grande o índice de aprovação e classificação de pessoas residentes em outros municípios, principalmente na capital.

“Pretendemos que sejam asseguradas condições de acesso aos cargos públicos municipais para aqueles que residem no próprio município onde é realizado o concurso. É uma forma de promover justiça social, evitando o aumento do índice de desemprego”, disse Junior.

Para reforçar a indicação, Rubens Junior citou a Lei 11.350, de 08 de outubro de 2006, que determina que o agente comunitário de saúde deverá trabalhar na área da comunidade em que atuar, bem como as cotas de ingresso nas universidades, criadas através de lei federal.

RIBAMAR ALVES HOMEM DE BOA ÍDOLE.

O deputado federal Ribamar Alves (PSB/foto) faz algumas ressalvas acerca da matéria postada abaixo neste blog sobre o fato do parlamentar ter chamado os prefeitos maranhenses de subservientes, durante encontro organizado pelo Governo do Maranhão, Famem (Federação das Associações do Municípios Maranhenses) e Prefeitura de São Luís, para discutir a partilha dos recursos oriundos doPré-Sal nos estados.

Ribamar Alves destaca que não disse que os gestores municipais seriam subservientes, mas afirma que a parca presença dos prefeitos no evento, mostrou que eles não estão interessados na discussão sobre a igualidade na distribuição dos royaltes do pré-sal. O deputado chega a criticar até mesmo o presidente da Famem, prefeito Raimundo Lisboa (Bacabal), por não ter estado presente à discussão.

Segue abaixo a nota encaminhada pelo deputado Ribamar Alves:

“Caro Mario Carvalho,

Prazer em conhece-lo, pois, é a primeira vez que o acesso. Mas, gostaria de repor algumas de suas observações, ou melhor, consertar alguns equívocos que cometestes em seu blog.

01- Eu não disse que não havia sido convidado, todos os deputados federais o foram. Eu disse que após a primeira reunião realizada no hotel Luzeiro não recebi nenhum comunicado da FAMEM, nem por telefone, nem por e-meil, nem por telegrama, ou seja, a reunião não produziu o menor ânimo na entidade de mobilizar-se pela aprovação da emenda Ibsen/Humberto Souto;

2- Quem foi deselegante foi a FAMEM, quando o mestre de cerimônias num ato de total descortesia disse que iria quebrar o protocolo par dar oportunidade aos dois deputados federais presentes se pronunciarem.

Ora, fui convidado, sou eu quem vai votar, é a mim que eles tinham que convencer e logo eu é que vou quebrar protocolo. Então, meu caro Mário, não me convidem mais para quebrar protocolo;

3- Se estavas presente deve ter percebido a total falta de apoio dos prefeitos, não tinha nem 15 prefeitos presentes, somente dois deputados federais no evento, nem o presidente da Famem (Raimundo Lisboa-prefeito de Bacabal) lá estava. O que isso significa? Que não houve mobilização, que não ocorreu sensibilização e que os prefeitos não estão interessados no recurso do Pré-Sal;

4- O prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), foi o primeiro a manifestar-se estarrecido pela parca prersença na plenária e eu fiz apenas uma observação do momento político e da pouca autonomia e autoridade que grande parte dos prefeitos têm, pois, não são muitos os que têm postura e fireza de rpropósito.

Nesse caso posso citar como belos exemplos de dignidade o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando; o prefeito de Itapecuru, Júnior Marreca; o prefeito de Grajaú, Mercial Arruda; o prefeito de Santa Quitéria, Maninho; o prefeito de são João dos Patos, Zé Mário; todos eles foram muito tentados pelos convênio do governo Zé Reinaldo (PSB), não pularam para o PDT no governo Jackson Lago e mantiveram-se firmes nas suas posições.

Agora, convenhamos, esses prefeitos que ontem estavam com Roseana (Sarney), depois foram para o Zé Reinaldo, depois migraram para o PDT do Jackson-Aziz, depois da deposição foram para a Roseana esses prefeitos merecem respeito ou são apenas meros oportunistas?

5- Eu nunca me desesperei em eleição, sempre fiz as minhas campanhas sozinho, solitário, com apoio de movimentos organizados, sou médico e estou deputado, se renovar o mandato ótimo, se não renovar volto para a profissão de médico e vou continuar militando na política. Mas, se me prostiutir, se me corromper, sem posições dúbias, principalmente sem vender a minha dignidade.Sou contra essas prática política oportunista e fisiológica praticada por grande parte dos nossos conterrâneos.

6- Só para finalizar, quero dizer-te que apesar de todas as traições praticadas pelo governo Jackson Lago para comigo, fiquei com ele até o fim, pois, ali estava por uma causa e não pela pessoa. Sou assim e assim serei.

Cordiais abraços e saudações socialistas”.

imprensa.ribamaralves@yahoo.com.br
Ribamar Alves
http://www.ribamaralves.com

OPOSIÇÃO ESTÁ SEM OPÇÕES.


Crise: Serra pode desistir e Aécio volta ser opção

Do Blog Os Amigos do Presidente Lula:

O alto tucanato já discute opção para candidatura presidencial caso José Serra resolva concorrer à reeleição para o Palácio dos Bandeirantes. Vai ser a chapa café com leite. O mineiro Aécio Neves sairia para presidente e o ex-governador paulista Geraldo Alckmin para vice. Até pesquisa eleitoral foi pedida para saber como o eleitorado poderá receber essas candidaturas.

O governador de Minas, Aécio Neves, continua a colocar uma tremenda saia justa em seu colega tucano de São Paulo. Vive a dizer que vai esperar até abril, mês da desincompatibilização, para ver se José Serra sai mesmo candidato à sucessão do Presidente Lula. Até parece que o principal esporte de Aécio é deixar Serra muito mal diante do eleitorado. Com isso, ele passa a idéia de que o governador paulista é tão medroso que se estiver mal nas pesquisas não enfrentará a ministra Dilma Rousseff.

Serra, no entanto, já tem a resposta pronta: se estiver bem nas pesquisas de intenção de voto, não precisará da ajuda de Aécio Neves como seu eventual companheiro de chapa. Pode vencer sozinho. E tudo isso, depois de o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmar que a chapa Serra-Aécio está fechada.

Presidente do PSDB tenta acalmar Aécio

Apesar da avaliação do comando do partido de que a candidatura de José Serra à Presidência será favorita caso Aécio ocupe a vice, a missão de Guerra é aplacar a irritação do governador de Minas com os rumores de que já teria aceitado a vaga.Sua intenção é conversar com Aécio antes que o governador de Minas embarque para uma viagem de dez dias no exterior.

Ontem, em São Paulo, Guerra se reuniu com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Eu e Fernando Henrique pensamos da mesma maneira. Não é bom tratar disso agora”, disse Guerra, para quem seria uma armadilha discutir a composição da chapa tucana neste momento.

Aécio, por sua vez, tem consultado aliados sobre que destino poderá tomar nas eleições. Nas conversas, avisa que só se decidirá a partir de abril.

17 mil faltam às provas do seletivo meritório do Estado

Foram aplicadas ontem pela Fundação Sousândrade as provas objetivas e discursivas do processo seletivo meritório para a contratação temporária de professores para a rede estadual de ensino. Aproximadamente 46 mil candidatos se inscreveram para as 5.190 vagas oferecidas, mas cerca de 17 mil faltaram aos testes no estado. Em São Luís, mais de 14 mil inscritos disputam as 411 vagas ofertadas pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O resultado final deverá ser divulgado na primeira quinzena de março. Logo em seguida, será feita a contratação dos aprovados.

O coordenador do processo seletivo, professor José de Ribamar Siqueira, explicou que as provas foram aplicadas em clima de tranqüilidade. No entanto, ele destacou que o número de faltosos foi além do esperado. “Quase 17 mil candidatos deixaram de fazer as provas em todo o estado. Levando-se em consideração o número de inscritos, dá um percentual bastante alto, superior a 30%”, observou Siqueira.

O início das provas estava marcado para as 9h, mas os candidatos deveriam chegar aos locais com uma hora de antecedência. Uma das pessoas que deixou de fazer a prova foi Dalvanira Coelho Pereira, ela não conseguiu chegar antes do horário estipulado pela coordenação do seletivo e perdeu a chance de concorrer a uma das vagas. “Não consegui chegar antes das 9h por causa do ônibus, que demorou muito para passar. O jeito é esperar por outra oportunidade”, afirmou ela, que faria prova na Unidade Educacional Raimundo Correia, na Rua Rio Branco, no Centro.

As provas foram realizadas nas 19 Unidades Regionais de Educação (UREs) onde serão selecionados os professores temporários para este ano letivo. Os contratos têm duração de 10 meses. Os aprovados serão distribuídos nos 217 municípios do Maranhão. Dos 5.190 contratados, serão 3.530 para o ensino médio regular e 1.660 para o ensino fundamental regular.

O coordenador do seletivo detalhou como ocorrerão a nomeação e o desenvolvimento dos trabalhos dos selecionados: “A lotação de cada candidato será efetuada no município informado pelo próprio candidato no ato da inscrição”.

Com relação à carga horária, o coordenador explicou que a jornada de trabalho do professor será de 20 horas semanais, em turnos matutino, vespertino ou noturno, de acordo com a conveniência e a necessidade da Seduc.

As provas práticas, quando for o caso, serão realizadas dia 12, nos horários das 8h às 12h e das 14h às 18h, nos pólos de São Luís, Caxias e Imperatriz, conforme indicado no edital do seletivo.

Fonte: O Estado do Maranhão

PPS SEM ALIANÇA COM O PMDB DE SARNEY NO MARANHÃO.


PPS descarta acordo para dar apoio a Roseana Sarney

O presidente do Partido Popular Socialista (PPS) do Maranhão, Paulo Matos, nega que exista um acordo da legenda com o grupo Sarney tendo em vista as eleições de 2010. De acordo com ele, o posicionamento da sigla no estado continua sendo o de oposição ao governo de Roseana Sarney (PMDB).

"Reafirmo a nossa posição de oposição a esse governo ilegítimo", disse. Segundo Paulo Matos, a decisão tomada pelo partido é de lançar uma candidatura própria ao governo e reproduzir, no Estado, a aliança política do PPS a nível nacional com o PSDB de apoiar o governador de São Paulo, José Serra, a presidente da República.

"O que nós temos discutido nas reuniões com os membros do PPS é o pensamento de lançar um candidato próprio para disputar o governo do Estado. Portanto, não procede essa informação de que estaríamos negociando a adesão do partido ao grupo Sarney em troca de uma secretaria na administração Roseana. Nunca existiram conversas nesse sentido. Tudo não passa apenas de especulações", declarou.

Matos lembrou que no meio do ano passado o PPS, em reunião da Executiva Regional, havia deliberado por manifestar apoio à pré-candidatura do deputado federal Roberto Rocha (PSDB) ao governo do Estado. Contudo, diante da indefinição do parlamentar, o partido resolveu optar por um projeto próprio.

"O Roberto tem um grande potencial e reúne as melhores condições. É um político de reputação ilibada, detentor de um projeto propositivo para a população. Só que até o momento ainda não definiu se será candidato. Sendo assim, partiremos para uma candidatura nossa dando sustentação à tese do ex-governador José Reinaldo de lançar várias candidaturas para derrotar o grupo Sarney", garantiu.

Sobre um possível apoio à candidatura do deputado federal Flávio Dino ao governo, Paulo Matos afirmou que seria uma das possibilidades, no entanto revelou que existem dificuldades quanto à formação de uma coligação com o PCdoB em razão da conjuntura política nacional.

"Temos um enorme respeito pelo Flávio, uma pessoa séria, decente, correta, excelente parlamentar na Câmara Federal, não obstante o fator do palanque nacional e a construção de um projeto próprio para o PPS na esfera estadual são fatores que inviabilizam essa projeção", ressaltou.

(Blog de John Cutrim)

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

TRADICIONAL "BLOCÃO DA JUMENTA" PODE SER PROIBIDO A BRINCAR O CARNAVAL 2010


A confusão está grande na pequena Alto Alegre do Pindaré. O vaidoso prefeito Atemir Botelho (PRB), aliado dos deputados Stênio Rezende (PMDB) e Cleber Verde (PRB), procurou a justiça para tentar acabar com o principal bloco carnavalesco da cidade.

Há 12 anos o “Blocão da Jumenta” faz a festa de milhares de foliões no município. No entanto, como o funcionalismo está com alguns meses em atraso, a direção da brincadeira resolveu satirizar a situação. Adotou a música “porque tu não me paga sacana”, do Vagabundos do Jegue, como hino.

Além disso promete levar a jumenta, símbolo da agremiação, às ruas com uma faixa com os dizeres “primeira-dama”, numa sátira ao fato do prefeito (foto) ser solteiro.

Foi o bastante para Atemir subir nas tamancas. Os CDs que tocavam nos carros de som anunciando o primeiro grito de guerra do “Blocão da Jumenta”, neste domingo, foram apreendidos por fiscais da prefeitura. O prefeito também procurou o promotor e juiz de Santa Luzia, da qual Alto Alegre é termo, para tentar acabar com o bloco.

Atemir alega que a faixa com a inscrição “primeira-dama” na jumenta é uma referência a sua mãe.

Era só o que faltava: juiz e promotor perdendo tempo com assuntos dessa natureza.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

COMO PUBLICADO NESTE BLOG AGORA É REALIDADE: Prefeito de Lago Verde é afastado do cargo


Prefeito de Lago Verde é afastado do cargo

Mais um prefeito teve o mandato cassado no interior do Maranhão. Desta vez foi o de Lago Verde, Raimundo Almeida (PP). Ele foi afastado do cargo, em sessão extraordinária, realizada na manhã de hoje. Em seu lugar assumiu o vice-prefeito Olivar Lopes (PSL).

Descontes com o afastamento do prefeito Raimundo Almeida, aliados armaram uma tremenda confusão no município. De acordo com informações do repórter Antonio Filho, da Rádio Mirante AM, cerca de 300 populares, que apóiam o prefeito afastado, descontentes com a decisão da Câmara de Vereadores, dirigiram-se à sede da Prefeitura para impedir que Olivar Lopes assumisse o cargo. Foi então que a confusão começou.

Durante a manifestação pró-Raimundo Almeida, algumas pessoas foram agredidas, tendo ocorrido disparos de arma de fogo. A princípio, ninguém teria sido baleado.

Governo vai chamar excedentes das polícias Civil, Militar e Bombeiros e abrir mais 200 vagas para agentes penitenciários

Em reunião com a direção do Sindicato dos Agentes Penitenciários, o secretário de Administração e Previdência Social, Luciano Moreira, deu três boas notícias à categoria.

A primeira delas é que ainda este mês o Comitê de Gestão Orçamentária e Financeira e de Política Salarial deva aprovar a correção de vantagens salariais da categoria, congelada desde 2006, como conseqüência do “pacote de maldades”, do governo anterior (Lei do Cão).

A segunda boa notícia é que todos os excedentes do último concurso para a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, realizado em 2006, serão chamados.

E por último, o secretário disse que no grande concurso público que o Governo do Estado realizará este ano, deverão ser ofertadas 200 vagas para agentes penitenciários, no sentido de fortalecer o Sistema de Segurança Pública do Maranhão.

César Pires quer evitar “ingerência política” no seletivo da Educação


O secretário César Pires mantém a determinação de realizar um seletivo para contratação temporária de professores em que a avaliação de conhecimentos e competências não sofra ingerência política.

- Não conseguiremos mudar a qualidade da educação pública no Maranhão se não rompermos com esse processo histórico de contratação de professores por indicação política. É preciso ter em sala de aula profissionais competentes e compromissados com o aprendizado dos nossos alunos. Este é o nosso firme propósito – analisa o secretário.

As provas objetivas e discursivas do seletivo meritório serão aplicadas neste domingo, das 9h às 13h, nos municípios-sede das Unidades Regionais de Educação. No total, 45.849 candidatos se inscreveram em todo o Maranhão. Para o secretário, o número de inscritos comprova a credibilidade do processo.

As provas práticas – quando for o caso – serão realizadas no dia 12, nos horários das 8h às 12h e das 14h às 18h, nos pólos de São Luís, Caxias e Imperatriz, conforme indicado no edital do seletivo.

A entrega de títulos será entre os dias 6 e 12 de fevereiro, das 14 às 18h, no município onde o candidato fará as provas, em data, horário e local estabelecidos no documento de confirmação de inscrição.

Os candidatos poderão confirmar sua inscrição até sábado (6) na folha de confirmação individual no site da Seduc (www.educacao.ma.gov.br), onde os concorrentes serão orientados sobre os documentos que deverão apresentar, local e horário das provas.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

PARABÉNS PROFESSORES PIODOZENSES

Este blog parabeniza os professores do municipio de Pio XII - MA, que foram classificado no concurso público do Estado do Maranhão. Veja a Lista a seguir:

Cargo/Disciplina: 05 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - LÍNGUA PORTUGUESA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. DELMARCO DE CASTRO DOS SANTOS

2. CLODOALDO MATOS DA SILVA

Cargo/Disciplina: 06 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - INGLÊS

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. MARIA ROSIANE DA SILVA COSTA

2. CLAUDIA SANTOS DE MOURA


Cargo/Disciplina: 07 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - ESPANHOL

Município de Nomeação: O07 - PIO XII
1 . CLEIDSON ALVES DE FREITAS


Cargo/Disciplina: 08 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - MATEMÁTICA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. JOSE HILTON NAIVA DE OLIVEIRA

2. IRACELIA NAIVA DE OLIVEIRA

3. JOAO BATISTA DE SOUZA BARROS

4. MARLENE SALES FIGUEIREDO GONCALVES

5. MARCOS DE SOUZA


Cargo/Disciplina: 10 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - QUÍMICA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. IVAN DE PAIVA DO VALE SEGUNDO
2. THIAGO HENRIQUE DA SILVA GONCALVES


Cargo/Disciplina: 11 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - BIOLOGIA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. JOSANA MARTA ANDRADE DE ALMEIDA

2. FRANCISCO DA SILVA E SILVA

3. JOYCENILDO DA SILVA FRANCO

4. CARLOS ALBERTO DOS SANTOS SILVA

5. ANTONIA LETICIA MESQUITA SILVA


Cargo/Disciplina: 12 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - HISTÓRIA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. GILSON ASSIS SILVA

2. FRANCISCO DE FATIMA CARDOSO

3. JAQUELINE CALVALCANTE MARTINS DE LIMA

4. TONI LUIZ SILVA BORGES

5. EDIVALDO RODRIGUES DOS SANTOS
6. ANTONIA WALQUIRIA DA SILVA DOS SANTOS


Cargo/Disciplina: 13 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - GEOGRAFIA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. SAMUEL ARAUJO DOS SANTOS

2. JOSELIA DE LIMA DOS SANTOS
3. ANELICE CHAVES FERREIRA


Cargo/Disciplina: 14 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - SOCIOLOGIA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. VALMILUCIA DA SILVA NASCIMENTO

2. FABIANA CHAVES OLIVEIRA
3. ANTONIA MELO LIMA


Cargo/Disciplina: 15 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - FILOSOFIA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. DAMIAO DA SILVA VELOSO

2. ADAO PAULO MEDEIROS DE LIMA

3. FRANCISCO VALE LIMA

4. ALEXANDRE BRITO ARAUJO

5. MATEUS SILVA CRUZ

6. ROBERTO CARLOS BRAGA DE OLIVEIRA

7. FABIO SOARES DA SILVA

8. NUBIA SILVA DE ARAUJO

9. GILBERTO ARAUJO DOS SANTOS


Cargo/Disciplina: 16 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - EDUCAÇÃO FÍSICA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII
1. RARIELLE RODRIGUES LIMA


Cargo/Disciplina: 17 - PROFESSOR - ENS. MÉD. REGULAR - ARTE

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. RAIMUNDO ALVES ALENCAR


Cargo/Disciplina: 20 - PROFESSOR - ENS. FUNDAMENTAL - MATEMÁTICA

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. FRANCISCO GOMES DE AZEVEDO PEREIRA JUNIOR

2. VALDIVAN MARTINS PESSOA

3. FABIO AURELIO DO NASCIMENTO COSTA

4. IRACELIA NAIVA DE OLIVEIRA

5. JOAO BATISTA DE SOUZA BARROS


Cargo/Disciplina: 23 - PROFESSOR - ENS. FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS

Município de Nomeação: O07 - PIO XII

1. FRANCISCA MARIA PASSOS PORTELA

2. EVALDO MOREIRA SILVA

3. GLAUBER CARVALHO TEIXEIRA

4. UBIRIAM MARTINS ALMEIDA

5. SAMIRA DO ESPIRITO SANTO MACHADO NUNES


Cargo/Disciplina: 02 - PROFESSOR-ED ESPEC-INTÉR LIBRAS (FORM. ENS.MÉDIO)

Município de Nomeação: O07 - PIO XII
1. WILLIANE DE FATIMA VIEIRA BATISTA

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

GUERREIRA ESTÁ NA PONTA DAS PESQUISAS.

Roseana lidera pesquisa em Caxias em todos os cenários; Lobão é o preferido para o Senado

A governadora Roseana Sarney (PMDB) venceria as eleições no município de Caxias, quaisquer que fossem os candidatos, se as eleições fossem agora.

Segundo pesquisa Escutec, com 428 eleitores caxienses, realizada entre os dias 30 e 31 de janeiro, Roseana tem 45,3% dos votos em um cenário com o deputado federal Flávio Dino ( 33,4%), o ex-governador Jackson Lago (11,4%) e o também deputado federal Roberto Rocha (2,6%).

Roseana só aumenta a liderança no cenário tanto sem Dino quanto sem Jackson.

Caxias é o principal reduto eleitoral de Flávio Dino.

A disputa pelo Senado em Caxias também é ldierança pelo grupo roseanista. O ministro Edison Lobão (PMDB) é o primeiro candidato de 34,3% dos eleitores e o segundo candidato para 14,7%.

Flávio Dino aparece como primeiro candidato para 28% dos eleitores e o segundo para 22,4%.

A pesquisa Escutec também mediu a preferência do eleitor de Caxias na caorrida presidencial. Dilma Rousseff tem 39,5%b cotnra 28,3% de José Serra. Ciro Gomes tem 12,1% e Marina Silva 6,1%.

É a primeira pesquisa eleitoral do ano sobre as eleições de outubro.

Polícia pede prisão de Othelino Neto e mais 11e um dele é um ex - canditado a Vereador.

A comissão de Investigação de Crimes Contra o Erário enviou à Justiça semana passada inquérito que apurou a comercialização ilegal de autorização para desmate através de “créditos virtuais” inseridos fraudulentamente no sistema Ceprof/Sisflora, no âmbito da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), durante a gestão de Othelino Neto. Entre 2006 e 2008, no governo Jackson Lago (PDT), segundo a polícia, esse mercado paralelo movimentou R$ 500 milhões no Maranhão.

Pelos crimes de formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistema de informações, crime contra administração ambiental, corrupção, entre outros, foram indiciados e pedida prisão preventiva de Othelino Neto e mais 11 pessoas que participaram direta e indiretamente do esquema. Estão na lista ex-funcionários da secretaria e empresários do setor madeireiro. O caso está sob a responsabilidade da 10ª Vara Criminal de Crimes Tributários cuja titular é a juíza Oriana Gomes. Em férias, ela está sendo substituída pelo juiz Itaércio Paulino da Silva. O processo tem o número 27562010. O ex-secretário ajuizou também semana passada um pedido de habeas-corpus preventivo.

A denúncia, feita pelo atual titular da pasta Washington Rio Branco, dá conta de um esquema fraudulento da inserção ilícita de créditos em determinadas pastas (Ceprof) de algumas empresas, que os revendiam por preços inferiores aos praticados no comércio, criando um “mercado paralelo” de madeiras e papeis correlatos, culminando, consequentemente, com o aumento do desmatamento das nossas reservas florestais, gerando grande evasão de receita dos cofres do tesouro estadual.

De acordo com a polícia, o então superintendente de Gestão Florestal Charlys Wagner Rodrigues Silva, ex-motorista de Othelino Neto, determinava que funcionários do setor relativo aos lançamentos de dados no sistema realizassem operações de alocação de saldos de determinadas variedades de madeiras em empreendimentos participantes do esquema, sem as devidas formalidades legais, que de imediato comercializavam estes “créditos”, pulverizando os mesmos para outras empresas no intuito de dificultar o rastreamento. Posteriormente, ele determinava o bloqueio das mesmas empresas sob o argumento de “suspeita de fraude” tentando repassar para os outros empreendedores que estava fazendo fiscalização, quando na realidade fazia tudo de comum acordo entre as partes.

Diante deste “bloqueio”, os empreendimentos participantes encaminhavam seus prepostos à Sema, onde após alguns dias, as empresas eram novamente liberadas, passando a operar livremente no comércio e extração de madeiras, sem sofrerem quaisquer sanção, e ainda tendo de volta aos seus Ceprofs os créditos lançados ilegalmente. Os funcionários lançadores dos créditos não sofriam qualquer punição administrativa ou disciplinar, visto que nenhum procedimento de sindicância foi aberto para apurar os crimes.

“A ganância dos operadores do negócio fraudulento tornou-se tamanha que eles passaram a não observar as espécies de madeiras lançadas ilegalmente nos Ceprofs das empresas comparsas. Em determinando momento, lançaram em diversos empreendimentos créditos virtuais de uma madeira rara em nossa região, notadamente o Ipê roxo, nativo da Floresta Amazônica e do Pará, que tem o preço do seu metro cúbico como sendo um dos mais altos no comércio, aflorando assim o grande esquema envolvendo créditos ilegais de madeiras em nosso estado”, relata o inquérito.

Por conta da fraude, que servia para a legalização de madeira extraída ilegalmente no Maranhão, o estado passou a ocupar as primeiras posições entre as unidades da federação que mais desmatavam a Floresta Amazônica. A situação só foi minorada ano passado com a investigação sobre a quadrilha e ações do Ministério do Meio Ambiente e Polícia Federal principalmente na região de Buriticupu.

“Com relação ao indiciado Othelino Nova Alves Neto, se confirma (a participação) tanto nos depoimentos dos outros indiciados, como nas declarações tomadas nos presentes autos, sendo consubstanciada ainda mais quando, na função pública de secretário de Meio Ambiente, deixou de cumprir aos preceitos legais que norteiam a administração pública, ficando silente e passivo, não promovendo as devidas apurações dos acontecimentos ilícitos ocorridos durante sua gestão frente àquela pasta. Já Charlys Wagner, por força de seu cargo e da amizade próxima que nutria com o então secretário, persuadia seus subordinados a efetuarem os lançamentos fraudulentos e a os encobrir posteriormente com fictícios bloqueios das empresas participantes das fraudes o que pode ser comprovados com depoimentos que afirmam que após alguns dias de bloqueio, as mesmas eram novamente autorizadas a operar”, diz o inquérito.

Em suas declarações prestadas à polícia, Leonardo de Jesus Sousa Cardoso afirma:

“… QUE, é casado com a irmã de CHARLES WAGNER RODRIGUES SILVA, o qual trabalhou na Secretaria do Meio Ambiente – SEMA durante a gestão do secretário OTHELINO NOVA ALVES NETO, começando suas funções como motorista, mas chegando ao cargo de superintendente; QUE, em novembro/2006, CHARLES conseguiu um contrato para o declarante, inicialmente como motorista, e depois passando a auxiliar de informática do próprio CHARLES; QUE, no período que trabalhou com CHARLES, aproximadamente dois meses, seu pagamento era feito pelo próprio CHARLES, apesar de trabalhar na SEMA; QUE, no período que trabalhou para CHARLES,cumprindo determinação dele, preencheu algumas guias denominadas LTPF – Licença de Transportes de Produtos Florestais; QUE, algumas dessas licenças, o declarante chegou a fazer em casa, inclusive nos finais de semana…”

Aduz, ainda:

“… QUE, em outra ocasião, por volta das 20h00, quando ainda o declarante e CHARLES estavam na SEMA, este determinou ao declarante que digitasse uma Licença de Desmate – LO e levasse esse documento ao Shopping São Luís, à loja Libélula, de propriedade da esposa do secretário OTHELINO, onde este estava aguardando para assinar a LO; QUE, cumpriu a determinação de CHARLES, e uma vez assinada a LO pelo secretário OTHELINO retornou à SEMA e em seu estacionamento entregou esse documento a um senhor desconhecido, que lhe deu um envelope com dinheiro e em seguida levou esse envelope para CHARLES, que o aguardava na SEMA; QUE, o sistema da SEMA foi informatizado, de modo que se deixou de trabalhar com a LTPF e passou a trabalhar com o CEPROF/SISFLORA – Cadastro de Exploradores e Consumidores de Produtos Florestais, sendo que logo que esse sistema foi implantado o declarante deixou de trabalhar na SEMA e passou a trabalhar como consultor de projetos ambientais …”

Othlelino processo 020210Além da farta documentação, a polícia conseguiu a quebra de sigilos telefônicos de Charlys Wagner Rodrigues, Othelino Neto, José Albécio Oliveira Freitas, o “Sergipano”, Werbeth Linhares Caldas, o “Beto Pneus”, Rafael Guerreiro Bonfim, Sidney Oliveira Araújo, dentre outros indiciados.

“Em síntese, depreende-se dos autos que os integrantes da quadrilha possuíam tarefas específicas, cabendo aos funcionários da Sema responsáveis pela informática e gestão florestal manterem os acessos ao banco de dados abertos, inclusive, em dias não úteis, o que sobremaneira facilitou a invasão do sistema para os lançamentos fraudulentos, destacando-se aí as figuras dos indiciados Kaio Alberto Guimarães – chefe do Setor de Informática -, que propositadamente deixou ligada a rede de internet sem fio (wireless) com abrangência do lado exterior da Sema (aproximadamente 100 metros) e, ainda, deixou habilitado o IP (Internet Protocol) do computador da funcionária Maria de Jesus Campos, o qual se encontrava no setor de informática para manutenção; e do também indiciado Rafael Guerreiro Bonfim – à época superintendente de Gestão Florestal, que apesar da rotina obrigatória de cancelamento automático das senhas usadas anteriormente à sua posse, “esqueceu-se” de cancelar a senha de Charlys Wagner Rodrigues Silva, a qual também foi usada na fraude ocorrida no dia 29/06/2009″, informam os delegados Marco Antonio Fonsêca, Edinaldo Santos, Regina Barros e Walter Wanderley Silva.

Eles ressaltam no inquérito que “esse grupo criminoso desviou recursos do Tesouro Estadual pelo fato da emissão e circulação de notas fiscais frias e guias Florestais (GF) sem os devidos recolhimentos, além do que cometiam crimes de natureza ambiental, quando por força das fraudes na inserção de dados, aumentavam o desmatamento em áreas legalmente preservadas, contribuindo para a degradação ambiental”.

“Ressaltamos ainda que estas empresas emitiam dados falsos na confecção das Guias Florestais (GFs) quando lançavam placas de veículos sem capacidade para o transporte de madeiras, como no caso placas de moto, fuscas, Uno, como se os mesmos estivessem sendo usados para tal fim, ou ainda caminhões sem capacidade para transportar a quantidade de madeira que as GFs diziam que faziam”, completam.

OS INDICIADOS COM PEDIDO DE PRISÃO PREVENTIVA:

OTHELINO NOVA ALVES NETO - Formação de quadrilha, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva qualificada, inserção de dados falsos em sistema de informações, condescendência criminosa, crime de omissão penalmente relevante, crimes contra a administração ambiental.
CHARLYS WAGNER RODRIGUES SILVA - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva qualificada, inserção de dados falsos em sistema de informações, condescendência criminosa, crime de omissão penalmente relevante, crimes contra a administração ambiental.
RENATO ANTONIO SILVA CUTRIM JUNIOR - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva qualificada, inserção de dados falsos em sistema de informações, crimes contra a administração ambiental.
SIDNEY NASCIMENTO ARAÚJO - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, corrupção ativa, inserção de dados falsos em sistema de informações, crimes contra a administração ambiental.
RAFAEL GUERREIRO BONFIM – Crime de Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva qualificada, inserção de dados falsos em sistema de informações, contra a administração ambiental.
ADRIANO NOLETO DE CARVALHO - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva qualificada, inserção de dados falsos em sistema de informações, crimes contra a administração ambiental.
KAIO ALBERTO AIRES SOUSA - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva qualificada, inserção de dados falsos em sistema de informações, crimes contra a administração ambiental.
JOSÉ ALBÉCIO OLIVEIRA FREITAS, vulgo “SERGIPANO” - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, corrupção ativa, inserção de dados falsos em sistema de informações, crimes contra a administração ambiental.
VENÍCIO AURÉLIO REZENDE FILHO - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva qualificada, inserção de dados falsos em sistema de informações, crime de omissão penalmente relevante, corrupção ativa, crimes contra a administração ambiental.
AGUINALDO RIBEIRO DOS SANTOS - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, corrupção ativa, inserção de dados falsos em sistema de informações, crimes contra a administração ambiental).
WERBETH LINHARES CALDAS, vulgo “BETO PNEUS” - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, corrupção ativa, inserção de dados falsos em sistema de informações, crimes contra a administração ambiental.
OSILIO ODILIO DA SILVA - Formação de quadrilha ou bando, falsidade ideológica, corrupção ativa, inserção de dados falsos em sistema de informações, crimes contra a administração ambiental.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Morre comediante da dupla Rodolfo e ET

O comediante Cláudio Chirinian - o ET, da dupla ET e Rodolfo -, de 46 anos, morreu nesta terça-feira (2). Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo com um quadro de problemas pulmonares e insuficiência renal aguda.

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, o humorista sofreu à 1h30 uma parada cardíaca em decorrência de choque séptico, broncopneumonia e insuficiência renal

Chirinian deu entrada no hospital no dia 28 de janeiro, mas já estava internado desde o dia 16 em um hospital de Osasco.

O corpo do comediante está sendo velado no cemitério Bela Vista, em Osasco, e deve ser enterrado durante a tarde.

Fama

A fama de ET na televisão começou em 1997, quando formou uma dupla com o também humorista Rodolfo para apresentar um quadro no programa “Ratinho Livre”, da Rede Record. No ano seguinte, os dois foram contratados pelo SBT para um quadro no “Domingo legal”, em que apareciam acordando celebridades.

Depois de uma passagem pela Rede TV!, ET voltou à Record em 2004 para participar do quadro “Na boca do forno”, do programa “Raul Gil”. A participação durou pouco e desde então o humorista estava longe da televisão.

Bye, bye Serra 2010…

serraA expressão acima é usada pelo jornalista Paulo Henrique Amorim sempre que se depara com um fato que fortalece a candidatura da ministra Dilma Rousseff (PT) a presidente da República.

Agora surgiram mais dois.

As pesquisas Vox Populi e Sensus divulgadas neste fim de semana mostram Dilma Rousseff com índices entre 4 e seis pontos apenas atrás do governador de São Paulo. Dependendo da situação, há um empate técnico entre os dois.

Os estrategistas do PT esperavam Dilma Roussef na casa dos 20% apenas em março,q aundo a campanha estaria se iniciando. Ela já está chegando aos 30% e o ano agora que começou.

Superou os 20% ainda em dezembro.

Sinais claros de que a candidatura de José Serra não tem rumo. Quanto mais se aproximar a campanha, mais Serra tende a cair e Dilma a crescer.

Como diria PHA: Adeus candidatura Serra…

Ameaçado de prisão, Weverton passa constrangimento em Pinheiro

Ezequiel, representante do Ministério do Trabalho, fala durante evento

Com pedido de prisão preventiva encaminhado à justiça acusado de desviar mais de R$ 5 milhões do erário, o ex-secretário Weverton Rocha (Esportes e Juventude) passou um grande constrangimento sábado pela manhã em Pinheiro durante o Fórum Estadual da Juventude Maranhense (Fejma).

O evento (foto) foi organizado por uma turma de “balaios” tendo à frente Weverton e o prefeito de Pinheiro, José Arlindo (DEM). Estavam presentes, entre outros, o prefeito José Francisco Pestana (Cururupu), o deputado Rubens Júnior(PCdoB), o ex-deputado federal Luciano Leitoa (PSB), o vereador Ivaldo Rodrigues, o secretário municipal Júlio França (Agricultura), o ex-secretário Zeca Pinheiro (Comunicação), todos do PDT, o militante Raimundo Penha e o faz-quaquer-coisa Felipe Klamt.

Compareceram ainda o secretário de Políticas Públicas de Emprego do Ministério do Trabalho, Ezequiel Nascimento, e o presidente do Conselho Estadual da Juventude de Minas Gerais. O evento serviria de palanque para José Arlindo e Weverton, pretenso candidato a deputado federal (isso se não for preso antes), por conta de 500 bolsas do Programa Projovem Cidadão destinado pelo ministério à cidade.

A confusão aconteceu porque o presidente do Conselho Estadual da Juventude, Rui Pires, não foi convidado para compor a mesa dos debates. Ele é representante oficial do governo. O Fejma é uma instância subordinada ao conselho. Rui começou reclamando a José Arlindo, também responsável pelo fórum, o porquê daquele boicote já que ele, além de tudo, se diz agora aliado do governo. “Eu lamento”, respondeu o monossilábico democrata com aquela cara de “Nhô-Zé”.

Ruy Pires 010110Rui Pires (foto) recebeu logo a solidariedade de praticamente todos “balaios”, inclusive do imberbe comunista. Ele só conseguiu falar durante os debates. Reclamou por não ter sido chamado para a mesa e disse que o evento não tinha sentido por estar alijando o representante do governo das discussões. “O jovem não precisa mais fazer passeata e nem manifesto, como acontecia nos governos Jackson Lago (PDT) e José Reinaldo (PSB), para ser recebido pela governadora Roseana Sarney (PMDB). Vocês não me querem na mesa porque vou acabar com esse discurso contra a administração”, declarou ele, sendo aplaudido pela plateia.

Em seguida, o vereador por Pio XII Assis Filho partiu com tudo para cima de Weverton. Disse achar “um deboche contra a juventude” o fato dele estar no evento “desfilando de Pajero” enquanto a justiça analisa seu pedido de prisão. Só o vereador afirmou ter contado dez pick-ups importadas estacionadas próximas ao local do fórum.

Resultado: o ex-secretário de Esportes e Juventude, que deveria falar à tarde, desapareceu da cidade.

Como se vê, Weverton continua o mesmo.

FEJMA EM PINHEIRO, UM ENCONTRO QUE TEMOS MUITOS O QUE CONTAR!!!

NO FEJMA EM PINHEIRO, BALAIOS ARMAM PARA O PRESIDENTE DO CEJOVEM FICAR DE FORA DA MESA, MAS RUY PIRES DESMONTA ARMAÇÃO E DAR O SEU RECADO

PINHEIRO (MA) – Nos último final de semana, 29, 30, e 31 de Janeiro, aconteceu em Pinheiro mais uma reunião do Fórum Estadual de Juventude do Maranhão (FEJMA). O evento seria um sucesso da recepção das caravanas a festa de encerramento se não fosse o despeito e o palanque político que os balaios protagonizaram no evento.

Ruy Pires que é o Presidente do Conselho Estadual de Juventude (Cejovem) esteve presente no evento e representava o Secretário de Esporte e Juventude, Roberto Costa. O Cejovem é um órgão de representatividade da juventude composto por 30 membros, divididos paritariamente entre 15 do poder público e 15 da sociedade civil, sendo estes últimos indicados pelo próprio Fejma.

Ocorreu que minutos antes de iniciar a composição da mesa, os pedetistas enraizados no fejma se reuniram para manobrar o cerimonial do evento e deixar o Presidente do Cejovem de fora da mesa, numa tentativa de apagar sua passagem pelo fórum.

A manobra foi idealizada pelos balaios pedetista Rafael Oliveira (PDT de São Luís) e pelo Presidente da Juventude Estadual do PDT, Saney Sampaio (Timon), ambos, membros da Secretaria Executiva do Fejma que é composta por cinco pessoas. Dos cinco secretários executivos, quatro estavam presentes. Além de Saney Sampaio e Rafael Oliveira, Francisco Chaguinha e Alisson Rogério estavam em Pinheiro.

A armação veio quando Rafael Oliveira convidou os secretários executivos para uma reunião “em cima das buchas” para tratar de uma pauta: DEIXAR RUY PIRES FORA DA COMPOSIÇÃO DA MESA. Para a reunião, além dos dois pedetistas foi chamado apenas o Secretário Executivo Chaguinha (Regional do Médio Mearim) deixando de fora Alisson Rogério (Litoral Ocidental), a estratégia era justamente deixar Chaguinha como voto vencido, pois tanto ele como Alisson Rogério votariam para que o Presidente do Cejovem fosse chamado para a mesa e se ambos estivessem presentes na reunião, a votação ficaria empatada e o plano balaio iria por água abaixo, assim, intencionalmente convidaram apenas Chaguinha para ser voto vencido na pauta dos seus planos.

A tropa pedetista tem se utilizado de todos os métodos para afastar o governo das discussões das políticas públicas para a juventude, acusam o governo de não dialogar com o segmento, mas armam para tentar deixar como despercebido a presença do representante da Secretaria de Esporte e Juventude do governo no encontro do Fejma. Ao que parece eles que querem que o governo não dialogue.

Práticas como essa mostram como são mesquinhos os atos dessa turma, nunca aceitaram perder o governo por corrupção eleitoral e a todo o momento desde pequenos detalhes procuram atrapalhar.

MOTIVOS FÚTEIS E NÃO JUSTIFICÁVEIS

As razões para não convidar o presidente do Conselho, como já dito, era tentar deixar como despercebida a presença do mesmo no evento e despeito com a derrota que sofreram na eleição para a escolha da nova diretoria do Cejovem na qual tinha ensaiado votar nulo e atrapalhar a votação e tiveram que sair da reunião “debaixo de taca” com a votação folgada que elegeu Ruy Pires Presidente do Cejovem.

Sempre foi de praxe em toda a história das reuniões do Fejma, o Presidente do Cejovem ser convidado para compor a mesa e inclusive estar nos painéis de debate, mas como o blog já tinha anunciado que com a mudança de diretoria que tirou os balaios do comando do Cejovem, o protocolo tinha mudado.

A ESTRATÉGIA NÃO FUNCIONOU

A ação dos pedetistas foi duramente criticada durante todo o evento, o fato virou uma polêmica, o Presidente da União Estudantil Pinheirense – entidade que organizou o evento na cidade - chegou a pedir desculpas ao Presidente do Cejovem e disse que não compactuou com a armação, afirmou também que avaliava a decisão com injusta e que o Presidente do Cejovem devia estar na mesa. Jeferson Portela disse que a entidade estar avaliando lançar uma nota de esclarecimento sobre o caso.

A imprensa de Pinheiro que estava fazendo a cobertura no evento procurou o Presidente do Cejovem para saber os motivos da polêmica. Numa entrevista a televisão local, Ruy Pires desmascarou a armação.

A atitude dos pedetistas saiu com um tiro pela culatra e manchou a imagem do evento que seria grandioso do princípio ao fim.

RUY PIRES DESMONTA ARMAÇÃO E FALA...

Com seu jeito rápido e eficaz, o Presidente do Cejovem tratou de botar os pingos nos “i”. Além da entrevista que concedeu a TV local esclarecendo os fatos, Ruy Pires, no momento que o Deputado Rubens Junior estava debatendo sobre a PEC da juventude, foi chamado para usar o microfone e disse o que os pedetistas não queriam que ele falasse.

Levou os abraços da Governadora Roseana e do Secretário Roberto Costa para a Juventude, citou as ações do governo para a Juventude, como a implantação do Programas como o Projovem e Meu Primeiro Emprego e os planos da Secretaria de Juventude e do Conselho Estadual de Juventude para 2010 como a realização do Encontro de Gestores depois do carnaval, as reuniões plenárias do Cejovem, visita do Conselho aos municípios, dentre outras.

PRESIDENTE DO CEJOVEM RECEBE APOIO

Os dois secretários Executivos do Fejma idealizadores da patacoada de deixar o presidente do Cejovem de fora da mesa não conseguiram explicar para plenário o motivo dos seus atos, os jovens presentes observando a polêmica esperavam no mínimo uma resposta. Como falar que o motivo é puro despeito e vingança ficava ainda mais feio para os caras. O jeito foi engolir o constrangimento.

Em várias falas, Ruy Pires recebeu o apoio dos jovens que se manifestaram dizendo que não concordavam com maneira que foi tratado. A todo o momento, o Presidente era citado na fala de quem se revezava no microfone.

O TIRO SAIU PELA CULATRA

Como já dizia a avó de Raimundo Penha que tudo ela já dizia “o tiro saiu mesmo pela culatra”. Pra quem queria deixar a presença do Presidente do Cejovem despercebida acabou ajudando e muito a sua imagem no evento. Se tivesse na mesa, Ruy era mais um a estar lá e o fato de ter lhe deixado de fora fez com que todo mundo lhe conhecesse e mais do que tudo percebesse sua presença.

Ele falou para a plenária, foi extremante citado em outras falas e ainda concedeu entrevista a TV local.

Com um efeito colateral desse, na próxima vamos até pedir para que o deixe novamente de fora.

RAPIDINHAS APÓS O ENCONTRO DO FEJMA EM PINHEIRO

PINHEIRO FEZ HISTÓRIA

A juventude de Pinheiro, de modo especial a União Estudantil Pinheirense (UEP) deu mesmo conta do recado. Sediar um encontro estadual de Juventude em si tratando do Fejma não é pra qualquer um. A tarefa difícil de realizar o encontro foi aceita e bem feita em Pinheiro. A galera deu um show de organização.

Logo na entrada da cidade uma equipe devidamente identificada recepcionava as caravanas que chegavam à cidade e acompanhava até o local do alojamento onde lá outra equipe levava as caravanas para seus aposentos.

A alimentação foi de ótima qualidade, a estrutura do evento também estava nos devidos conformes.

Andando pela cidade visualizava – se várias faixas e “walt doll" saudando e anunciando a juventude maranhense no evento.

Depois de muito trabalho e muito debate durante todo o dia, a cidade também fez jus a sua fama de cidade carnavalesca da baixada, opções de lazer não foi o problema, de fato se respira carnaval por esses tempos por lá.

O encerramento do evento foi com “chave de ouro” no clube Maria Santa com uma banda liberada para juventude. Vale frisar que a banda era das boas e a festa mais ainda.

O grande destaque do evento vai para o jovem Jefferson – Presidente da UEP, mesmo com todos os afazeres e o estresse que é organizar um evento com essa grandeza, o rapaz era uma simpatia só, atencioso e prestativo recebe o carinho da juventude maranhense.

PEC DA JUVENTUDE EM PAUTA

O atuante deputado estadual, Rubens Pereira Junior (PC do B) esteve em Pinheiro para ser o conferencista do painel sobre a Proposta e Emenda a Constituição do Estado do Maranhão, conhecida como PEC da Juventude.

O deputado falou das reuniões e das audiências públicas realizadas na assembléia sobre o assunto, Rubens apresentou um ofício assinado pelo Secretário Geral da mesa diretora da Assembléia se comprometendo em colocar a proposição em pauta na sessão do dia 03 de Fevereiro em primeiro turno.

O Deputado alertou que para a aprovação da PEC é necessário antes de tudo o quórum na assembléia que nesse período de pré – carnaval e ano eleitoral são comprometedores para alcançar o quórum e que para isso era necessário que o Fejma e o Cejovem se organizassem para entrar em contato com os deputados solicitando a presença e os votos deles à emenda.

Para a aprovação da PEC é necessário três quintos dos deputados.

Vamos a mais uma luta!

COLEGIADO REGIONAL DA BAIXADA TEM NOVO NOME

Uma das pautas do encontro do Fórum Estadual de Juventude em Pinheiro foi o preenchimento e a substituição das vagas do colegiado regional do Fejma. Em quase todas as regionais não houve mudanças expressivas, com exceção a regional da baixada.

A baixada é uma das regionais mais preferidas da balaiada, em especial para seu conterrâneo de Matinha Raimundo Penha. E deu que o colegiado regional da baixada sai das mãos dos balaios que era de Pinheiro e passa agora para Matinha. A titular do cargo é Rose do grupo da coordenadora de Juventude do município, Vivânia que também é conselheira Estadual de Juventude da base de apoio ao governo.

Os planos da balaiada era eleger o município de Pedro do Rosário para assumir o colegiado, mas o município participava pela primeira vez do Fejma e de acordo com o Regimento não pode votar e ser votado. Raimundo Penha que foi deslocado para coordenar o processo olhou para um lado e para o outro viu muita gente da baixada, mas não achou voto.

Sobrou para Matinha, sobrou pra gente nossa!

PENSAM QUE O FEJMA É O PALANQUE DO PDT

Quem não sabia o que acontecia uma reunião do Fejma, visualmente pensava que estava até acontecendo um encontro de balaios em Pinheiro. De Weverton Rocha, passando por Olimpio Araújo (São Luis), Arnaldo Junior de Imperatriz (pré – candidato a deputado estadual pelo PDT), o vice – prefeito de Imperatriz, o vereador Ivaldo Rodrigues (São Luís), Julio França (Secretário do Governo Castelo em São Luis), Aziz Junior, Zeca Pinheiro e os balaios de Luciano Leitoa de Timon, de Brasília e até de Minas Gerais, dente outros por aqui, estavam tudo por lá.

Alguns até que mantiveram a compostura e respeitaram o espaço de debates das políticas públicas para juventude, que é o objetivo do Fejma e de seus encontros, porém outros confundiram ou achavam – se no direito de usar aquele velho discurso de 40 anos da família Sarney, de atraso, da mirante, lá, lá, lá .... Esse tipo de coisa!

Os rapazes foram avisados pela juventude que acontecia uma reunião de JUVENTUDES DE VÁRIOS LUGARES DO ESTADO DE DIFERENTES PENSAMENTOS POLITICOS e não uma convenção do PDT em Pinheiro.

Aviso dado. Sem palanque!

SARNEY PRESENTE!


Não era bem a pessoa de José Sarney que estava presente em Pinheiro, mas uma pedra no centro da cidade chamou a atenção dos visitantes.

A pedra simboliza o dia em que o ex – presidente da república esteve na sua cidade natal para entregar a Praça Presidente José Sarney aos Pinheirenses.O dia foi exatamente em 22 de Fevereiro de 1990 e até hoje a pedra e a praça esta lá: PRESENTE como seu filho mais ilustre, JOSÉ SARNEY.


EMPOSSADO O CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE PINHEIRO

PINHEIRO (MA) – Na noite de Sexta – feira (29/01) aconteceu em Pinheiro, no auditório da Prefeitura Municipal, a posse dos Conselheiros Municipais de Juventude. Esteve presente no na cerimônia o Prefeito da cidade, Zé Arlindo, o Presidente da Câmara Municipal, a Secretária de Assistência Social, o Secretário de Educação, o Secretário Executivo do Fórum Estadual de Juventude, Francisco Chaguinha e o Vereador de Pio XII e Conselheiro Estadual de Juventude, Assis Filho que na ocasião representava o Presidente do Cejovem, Ruy Pires.

O auditório da prefeitura se encontrava completamente lotado pela juventude local e pelas caravanas dos municípios que chegavam para o encontro do Fejma.


No seu discurso o Prefeito Zé Arlindo destacou os avanços da sua gestão na área da juventude e afirmou que estará sendo um grande parceiro do movimento.

Sem muitos discursos e em clima de festividade o Prefeito deu posse aos conselheiros.

Parabéns juventude de Pinheiro!!!